Rainbow:

O poeta inglês John Keats questionou vigorosamente se as explicações científicas não tirariam o encanto do arco-íris e se os cientistas, ao explicá-lo de forma racional, não deixariam o mundo desprovido de mistérios. Na verdade, o estudo detalhado do arco-íris só aumenta o interesse pelo fenômeno . O arco multicolorido é só o começo. Olhando com atenção você verá que acima do arco principal há uma faixa de céu escuro e um segundo arco mais tênue, com as cores dispostas na ordem inversa. O arco principal é formado por arcos esverdeados e arroxeados conhecidos como arcos supernumerários. Ele pode variar em brilho ao longo de sua largura ou comprimento e também pode se dividir em inúmeros arcos próximos na parte de cima. Se observado através de lentes polarizadas, o arco-íris aumenta e diminui conforme a posição das lentes.
Mesmo toda essa física não atinge a maneira como quando nossos olhos e cérebro percebem o espectro contínuo como cores descontínuas. O encanto do arco-íris ocorre em nossas mentes tanto quanto acontece no céu.

Nenhuma resposta to “Rainbow:”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: